quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Lançamentos Editora Arqueiro.



Durante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude.
Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quando Zach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis.
Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar.
Em uma noite de verão, seus piores pesadelos se concretizam. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências – e encontrar um jeito de esquecer ou a coragem para perdoar.
O caminho para casa aborda questões profundas sobre maternidade, identidade, amor e perdão. Comovente, transmite com perfeição e delicadeza tanto a dor da perda quanto o poder da esperança.
****
Lexi tem 14 anos e está a caminho de Washington para morar com Eva, a tia-avó que ela nem sabia que existia. Desde a morte de sua mãe, por overdose, Lexi vive em lares adotivos e é constantemente devolvida ao abrigo. Agora, a assistente social lhe diz que ela tem, sim, família. Essa palavra lhe dá medo: medo de ter esperança.
Jude leva uma vida de sonhos. Mora numa casa belíssima em Washington, tem um marido maravilhoso e filhos alegres e amorosos. Vive para a família, mas está sempre com medo de não demonstrar aos gêmeos Mia e Zach quanto os ama. Ela só pensa em protegê-los dos perigos do mundo. Agora, com os filhos prestes a concluir o ensino médio, seus temores e preocupações se intensificam.
O destino dessas duas mulheres tão diferentes será para sempre modificado quando Lexi se tornar a melhor amiga de Mia e o grande amor de Zach: um trio inseparável.
Então a vida dá uma guinada, levando os personagens a viver sentimentos intensos – amor e ódio, culpa e perdão – que qualquer um de nós poderia experimentar.



 No século XVI, a Inglaterra vive tempos turbulentos: em 1534, o rei Henrique VIII rompe com o Vaticano e funda a Igreja da Inglaterra, dando início a uma série de conflitos religiosos.
Ao fugir do claustro e deixar para trás sua pacata vida religiosa, a noviça dominicana Joanna Stafford, uma mulher que jurou servir a Deus, se vê arrastada para uma sórdida rede de mentiras, intrigas políticas e traições cujo objetivo é usurpar o trono inglês.
Entre a devoção e o pecado, ela vai precisar se submeter às ordens do astuto bispo de Winchester, um homem traiçoeiro que tem sede de poder. Para garantir que seu pai continue vivo, a noviça aceitará ser espiã no priorado em que fez votos, onde está escondida uma coroa tão poderosa que pode pôr fim à Reforma Protestante na Inglaterra.
O bispo conhece todas as lendas a respeito da relíquia, inclusive a de que estaria amaldiçoada, mas mesmo assim ele deseja usá-la, pois acredita que seus poderes místicos lhe ajudarão a destruir seus inimigos e a governar o país.
Armada com determinação e coragem, Joanna confronta os traumas do próprio passado enquanto tenta concluir sua missão. Mas, quando ocorre um terrível assassinato, ela descobre que o priorado em que vive não é mais um lugar seguro.
Ela resolve, então, deixar novamente a clausura e procurar a coroa em outros lugares. Acompanhada do jovem frade Edmund, Joanna visita castelos suntuosos e locais sagrados, como Stonehenge e a Abadia de Malmesbury, em busca da relíquia e de salvação para si mesma, sua família e o modo de vida sagrado de sua ordem religiosa.
****
Na Inglaterra dos anos 1530, os dissidentes religiosos e os condenados por traição eram brutalmente torturados e executados. Quis o destino que Lady Margaret Bulmer tivesse o mesmo fim. Uma das líderes das rebeliões do norte do país contra o rompimento do rei Henrique VIII com a Igreja Católica, a nobre foi queimada em praça pública.
Ao saber que sua prima enfrentaria a morte na fogueira, a noviça Joanna Stafford desafia a rígida regra da clausura e foge do Priorado de Dartford para assistir à execução e reivindicar o corpo, a fim de lhe dar um enterro digno.
Para sua surpresa, Joanna reencontra o pai, que tinha ido até lá no intuito de ver Margaret. Mas pai e filha são acusados de interferir na justiça do rei e acabam presos e levados à Torre de Londres, local notório por seus episódios sangrentos.
Após dois meses sendo interrogada, a noviça recebe a visita do bispo de Winchester, que a chantageia. Para salvar o pai, ela aceita ser sua espiã e procurar no priorado por uma antiga relíquia – a poderosa coroa de um rei saxão.
Em meio à dissolução dos mosteiros ordenada pelo rei, a busca de Joanna se transforma numa perigosa jornada, que leva a jovem a se questionar até onde estaria disposta a ir para defender os antigos costumes que tanto valoriza e que dão sentido à sua vida.


“Daniel Silva está entre os melhores autores de livros de espionagem de sua geração.” – Washington Post
Em Glastonbury, na Inglaterra, um restaurador de arte é assassinado e a obra em que trabalhava – um quadro de Rembrandt nunca exposto – é misteriosamente roubada. O renomado negociante de arte Julian Isherwood sabe que só existe uma pessoa capaz de encontrar o quadro e levar os criminosos à justiça: o espião israelense e restaurador de arte Gabriel Allon.
Após sofrer um atentado, tudo o que Gabriel quer é cortar de uma vez por todas os laços com o serviço de inteligência internacional de seu país, também conhecido como “Escritório”.
Mas parece que o mundo das operações secretas ainda não está pronto para deixá-lo em paz. Apesar de sua relutância, ele acaba sendo persuadido a assumir o caso.
Ao seguir meticulosamente as pistas que o levam a Amsterdã, a Buenos Aires e, por fim, a uma mansão às margens do lago Genebra, Gabriel descobre segredos perturbadores relacionados ao roubo. Neste intricado quebra-cabeça, a pintura de Rembrandt é a peça-chave que o ajudará a desmascarar uma conspiração capaz de pôr em risco a paz mundial.
****
“Uma mistura de Jason Bourne e James Bond. Um suspense sensacional” – Daily Mail
Desde o contra-ataque israelense ao atentado de Munique, em 1972, Gabriel Allon trabalhava como agente secreto do serviço de inteligência de seu país.
Durante muitos anos, foi frio e implacável em suas missões, sempre fazendo tudo o que fosse necessário. Até que, num atentado a bomba com o objetivo de matá-lo, viu sua esposa ser gravemente ferida e perder o bebê que esperava.
Após esse trauma, Gabriel decidiu deixar de vez o mundo das operações secretas e se dedicar à sua antiga paixão: a restauração de obras de arte.
Ainda assim o passado insiste em voltar para assombrá-lo. Como sempre foi o melhor agente do departamento, Gabriel muitas vezes é recrutado por Ari Shamron, ex-diretor do serviço de inteligência, com quem tem uma relação de amor e ódio.
Em O caso Rembrandt, Gabriel precisa encontrar os assassinos de um restaurador de arte e recuperar um quadro roubado. Enquanto usa suas habilidades inigualáveis para desvendar o mistério, ele se vê confrontando homens muito poderosos que farão tudo o que estiver ao seu alcance para não revelar os segredos por trás de uma obra tão valiosa.



Após sua festa de 12 anos, Willa Dutton, sobrinha da primeira-dama, Jane Cox, é sequestrada.
Estranhamente, Pam Dutton, mãe de Willa, havia chamado os investigadores particulares Sean King e Michelle Maxwell à sua casa a fim de contratar seus serviços. Porém, ao chegar lá, eles encontram Pam morta, seu marido e seus dois filhos mais novos desacordados e descobrem que Willa desapareceu.
Agora Jane Cox faz questão de que Sean – que já salvou seu marido de um escândalo político uma vez – e sua parceira assumam a investigação e resgatem sua sobrinha.
Para resolver o caso, Sean e Michelle passarão por cima de todo mundo, até mesmo do FBI e do Serviço Secreto, e não hesitarão nem mesmo em ferir o ego da primeira-dama, se for necessário.
Em Traição em família, David Baldacci – autor de Toda a verdade – apresenta uma trama eletrizante sobre vingança e lealdade. Uma história em que os limites entre mocinho e bandido nunca são bem-definidos.
****
Sean King e Michelle Maxwell são investigadores particulares, ambos ex-agentes expulsos do Serviço Secreto: Sean porque deixou sua atenção se desviar por uma fração de segundo, o que resultou na morte do candidato à Presidência que ele deveria proteger. Michelle, por sua vez, “perdeu” um político bem debaixo de seu nariz, enquanto ele confortava uma viúva a portas fechadas.
Seus destinos acabaram se cruzando quando Sean precisou de ajuda para solucionar alguns crimes dos quais era acusado. Desde então eles formam uma dupla cativante, unida por orgulho profissional, tensão romântica e causas em comum.
Em Traição em família, Sean e Michelle são contratados pela primeira-dama para encontrar sua sobrinha de 12 anos que foi sequestrada.
Em meio a uma complexa trama de mentiras, Michelle ainda tem que enfrentar um drama pessoal: sua mãe foi assassinada, seu pai é o principal suspeito e, para solucionar o caso, a investigadora precisa mergulhar em seu passado e voltar à casa onde passou a infância.



“Sparks está em sua melhor forma nesta comovente história de amor sobre um herói imperfeito que tenta corrigir seus erros.” –Booklist
Após quase 30 anos de casamento, Wilson Lewis é obrigado a encarar uma dolorosa verdade: sua esposa, Jane, parece ter deixado de amá-lo, e ele é o único culpado disso.
Viciado em trabalho, Wilson costumava passar mais tempo no escritório do que com a família. Além disso, nunca conseguiu ser romântico como o sogro era com a própria mulher. A história de amor dos pais de Jane, contada em Diário de uma paixão, sempre foi um exemplo para os filhos de como um casamento deveria ser.
Diante da incapacidade do marido de expressar suas emoções, Jane começa a duvidar de que tenha feito a escolha certa ao se casar com ele. Wilson, porém, sente que seu amor pela esposa só cresceu ao longo dos anos. Agora que seu relacionamento está ameaçado, ele vai fazer o que for necessário para se tornar o homem que Jane sempre desejou que ele fosse.
Em O casamento, Nicholas Sparks faz os leitores relembrarem a alegria de se apaixonar e o desafio de se manterem apaixonados.
****
O advogado Wilson Lewis é casado com Jane há quase três décadas. Os dois já criaram três filhos e têm uma vida confortável e sem grandes sobressaltos na bucólica cidade de New Bern, na Carolina do Norte.
Porém, quando esquece seu aniversário de 29 anos de casamento, Wilson ameaça a aparente estabilidade da relação. Esse descuido é apenas a gota d’água em uma longa lista de decepções que sua negligência e falta de romantismo já causaram à esposa.
Com medo de que Jane não o ame mais e esteja pensando em deixá-lo, Wilson decide se aconselhar com o sogro, Noah, e mergulha de cabeça em um ambicioso projeto de um ano para reacender a chama de seu relacionamento.
Quando esses 12 meses estão quase no fim, sua filha Anna anuncia que vai se casar dali a duas semanas, exatamente no dia do aniversário de 30 anos de matrimônio dos pais. Agora que a hora da verdade está chegando, o evento se torna a oportunidade perfeita para Wilson descobrir se valeu a pena todo o seu esforço para que ele e Jane voltem a ser felizes.



Declaro abertos os Jogos Olímpicos de Londres de 2012!
A Private Londres, filial da maior agência de investigações do mundo, está trabalhando com o Comitê Organizador das Olimpíadas para garantir a segurança da competição. Tudo estava correndo bem até que, na véspera da cerimônia de abertura, Sir Denton Marshall, um figurão do comitê, é brutalmente assassinado em sua casa.
Um psicopata com sede de vingança pode pôr tudo a perder
Horas depois, a jornalista Karen Pope recebe um envelope contendo um cartão musical e uma carta assinada por um homem que se intitula Cronos. Ele assume a autoria do crime e diz que o pesadelo está apenas começando. Sua intenção é purificar os Jogos Olímpicos, manchados por mentiras e corrupção.
Milhares de vidas estão em risco
Peter Knight, líder da Private Londres, logo percebe que Cronos não vai desistir até acabar de vez com o maior evento esportivo do mundo. Numa caçada implacável, a Private e a polícia de Londres tentam deter esse gênio do crime que parece saber mais do que deveria.
****
Aproveite os dias de glória olímpica antes que um psicopata apague a chama para sempre.
Peter Knight é agente da filial de Londres da Private. Depois que quatro de seus colegas morrem tragicamente num acidente de avião, Knight se vê sobrecarregado: agora liderando a agência, que foi contratada para dar apoio à segurança dos Jogos Olímpicos, ele ainda tem que cuidar sozinho de seus filhos gêmeos, Luke e Isabel, de apenas 3 anos.
A pressão sobre ele aumenta quando, na véspera da abertura das Olimpíadas, o corpo de Sir Denton Marshall é encontrado decapitado no jardim da própria casa. Sir Denton era um membro importante do Comitê Organizador – e noivo da mãe de Knight.
Algumas horas depois do crime, a jornalista Karen Pope recebe uma carta de um homem chamado Cronos, que assume a autoria do assassinato. Ela procura a Private para ajudá-la a desvendar o mistério.
Logo fica claro que a morte de Sir Denton não é um caso isolado – e que Cronos não está sozinho. Enquanto o psicopata e suas três Fúrias cometem outros atentados, Karen e Knight correm contra o tempo para evitar que uma catástrofe ainda maior aconteça.


5 comentários:

  1. o primeiro livro é u dos livros q eu to doida pra ler

    ResponderExcluir
  2. Só por ter um livro do Nicholas, eu já amei o post *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consigo ler livros do Nicholas mais por serem muito tristes KKKKK mas amo os livros dele.

      Excluir
  3. O único o qual me interessei foi Private, eu adoro livros investigativos e acho que iria amar esse livro.

    ResponderExcluir